19/04/14

Categoria »

O que Mestre Júlio pode nos ensinar sobre a fotopintura

Em algumas regiões do Brasil já foram bastante comum encontrar dentro da casa dos avós, retratos pintados, principalmente na região nordeste, mais precisamente no sertão cearense.

A fotopintura vem de uma categoria fotográfica chamada de popular. Mas, os fotopintores foram desaparecendo com o tempo e um dos motivos disso, pode ter sido o processo de digitalização da fotografia.

Agora, os poucos que restam fazem seus trabalhos no Photoshop e passam o conhecimento para os filhos e aprendizes.

O que Mestre Júlio pode nos ensinar sobre a fotopintura

Um dos mais famosos na técnica da fotopintura é o Júlio Santos, mais conhecido como Mestre Júlio. Ele tenta perpetuar seu ofício dando oficinas pelo Brasil.

Embora, nos últimos anos a fotopintura ganhou um novo status e foi produzido um projeto chamado 'Fotopintura Contemporânea' que foi exposto em 2010 na mostra "Uncertain Brasil", no festival chinês de fotografia Pingyao International Photography.

A exposição contava com os retratos de pacientes de um hospital psiquiátrico, feitos pelo fotografo Luís Santos e modificados por Mestre Júlio que nelas apresentavam uma linguagem diferente da habitual, com muitas sombras e cores fortes.

O que Mestre Júlio pode nos ensinar sobre a fotopintura
O que Mestre Júlio pode nos ensinar sobre a fotopintura
O que Mestre Júlio pode nos ensinar sobre a fotopintura
Após pintar esses retratos o Mestre Júlio, olhava pra eles e dizia: "aqui é você e não essa pessoa triste."
Bom pessoas foi isso espero que tenham gostado e quem tiver mais interesse pelo assunto assista o filme Retrato Pintado. Beijos.
Facebook
Blogger

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não tem vínculo com a opinião do Arte final sobre as matérias em questão.

Facebook

Seguidores